Artigo sobre a História da Capoeira

História da Capoeira

A Histótia da Capoeira resumida, que talvez seja a única legítima arte marcial brasileira, declarada patrimônio cultural brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), foi criada nos tempos da escravidão, pelos negros do Brasil, como forma de preparação para as fugas. Um capoeirista em fuga tinha maior chance de sucesso contra os capitães-do-mato (os homens encarregados de recapturar os negros que fugiam das senzalas). Como não poderiam treinar técnicas de luta abertamente os escravos foram levados a disfarçar sua prática em uma dança. A música não servia apenas para disfarçar, mas também para avisar aos praticantes que alguém indesejado se aproximava. Através de uma mudança de ritmo os lutadores eram avisados de que deviam parar de lutar e começar a dançar, uma nova mudança no ritmo avisava aos “dançarinos” que podiam voltar a lutar.

Roda de Capoeira

Trata-se de uma expressão cultural que mistura jogo, dança, luta, música e brincadeira em movimentos ágeis e complexos, feitos com frequência junto ao chão ou de cabeça para baixo. Como na maioria das artes marciais seus movimentos imitam os animais, característica que dá nome a alguns de seus golpes, como o famoso rabo-de-arraia. Os dois estilos mais conhecidos são a Capoeira Regional, de Mestre Bimba; e a Capoeira Angola de Mestre Pastinha.

A música é um componente fundamental da Capoeira. Ela determina o ritmo e o estilo do jogo que é jogado durante a roda de capoeira. O principal instrumento é o berimbau, de origem grega, mas podem ser usados outros instrumentos da cultura afro-brasileira, basicamente os mesmos usados no samba. As letras das cantigas são sempre em português, o que leva os praticantes estrangeiros a aprender nosso idioma.

Capoeira no Brasil

Apesar de a Capoeira ser uma arte dos escravos, seu nome é de origem indígena, vem do tupi-guarani e significa “área de vegetação rasteira”. Eram nessas áreas que os escravos fugidos formavam os quilombos (acampamentos) onde se escondiam. Provavelmente esta arte marcial recebeu este nome por ser praticada ao ar-livre pelos escravos que a criaram. Outra versão ensina que “capoeira” era o nome do cesto em forma de gaiola usado pelos escravos que transportavam aves ao mercado; enquanto esperavam a chegada dos comerciantes aproveitavam para “jogar” na roda. Estes escravos, que ficaram conhecidos como “capoeiras”, teriam transmitindo o nome para o jogo.

Artigo sobre História da Capoeira

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *