Dominick Cruz domina Urijah Faber por cinco rounds e mantém o título

Dominick Cruz

Dominick Cruz segue soberano no segundo reinado no peso galo do UFC. Na luta coprincipal do UFC 199, na madrugada deste domingo, na arena The Forum, em Inglewood, em Los Angeles, o ‘Dominator’ reencontrou o velho arquirrival Urijah Faber para trilogia valendo título e não teve problemas para garantir o triunfo, por decisão unânime dos juízes (50/45, 50/45 e 49/46). Com performance dominante durante os cinco rounds, o campeão teve sucesso na primeira defesa de cinturão e manteve o ‘California Kid’ em incomodo tabu na organização.

Dominick Cruz foi o primeiro campeão da história da divisão dos galos do UFC. Ele trouxe o cinturão do extinto WEC e o defendeu em duas oportunidades no Ultimate, ambas em 2011: diante de Urijah Faber e Demetrious Johnson. O norte-americano, no entanto, viveu fase atormentada por seguidas lesões no joelho e teve o título retirado no início de 2014. Ele voltou a lutar em setembro daquele ano, com vitória sobre Takeya Mizugaki, mas amargou outro longo período de inatividade por causa de contusão no joelho. O novo retorno ocorreu em janeiro deste ano, retomando o cinturão com resultado positivo sobre TJ Dillashaw, por decisão dividida dos juízes.

Dominick Cruz
Dominick Cruz exaltou o desempenho contra o desafiante e relembrou a superação das seguidas lesões. “Ele é duro, mas não estou surpreso. Ele já foi campeão antes, todo mundo aqui é duro, mas eu estou pronto para lutas de cinco rounds. Na última vez, eu não estava pronto, estava fora praticamente por cinco anos. Mas agora estou aqui. Ninguém ouça às pessoas que digam que vocês não vão conseguir”, declarou o campeão, que perdeu apenas uma vez em 23 lutas no cartel.

Esse foi o terceiro confronto entre Faber e Cruz. O ‘California Kid’ levou a melhor apenas no primeiro encontro, pelo extinto WEC, impondo a única derrota da carreira do velho rival. O revés em Los Angeles também marcou o quarto insucesso do líder da Team Alpha Male em disputa por título no UFC – ele havia perdido uma para Cruz e duas vezes contra Renan Barão. Em entrevista a Joe Rogan, ainda no octógono, o veterano admitiu a possibilidade de encerrar a carreira após desperdiçar mais um title shot.

“Parabéns a ele. Ele fez uma luta perfeita. Me surpreendeu que acertou uns golpes duros no começo. Isso me balançou. Vou tirar umas férias e aproveitar um pouco. Depois vou pensar no que vou fazer”, comentou o ex-campeão do WEC, que perdeu pela nona vez em 42 lutas na carreira.

Fonte da notícia: www.superesportes.com.br

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *