Fabrício Werdum acirra rivalidade com Cigano: “Não Torço Por Ele”

 

Fabrício Werdum

25 de outubro de 2008. Dia, mês e ano em que uma das maiores rivalidades entre pesos-pesados do MMA brasileiro teve início.

Àquela altura, Fabrício Werdum e Junior Cigano faziam a segunda luta do card principal do UFC 90. Era a estreia de Cigano no Ultimate, e ele não tomou conhecimento do rival, que vinha de vitórias sobre Gabriel Gonzaga e Brandon Vera: nocaute técnico ainda no primeiro round.

O tempo passou, Cigano e Werdum provaram do sabor de carregar o cinturão, mas seus caminhos nunca mais se cruzaram.

Enquanto Cigano despista sobre uma possível reedição do duelo, frisando sempre que seu alvo preferencial é Cain Velasquez, Werdum aproveita qualquer oportunidade para lembrar que, sim, quer uma revanche. Em entrevista ao Combate.com, o gaúcho se coloca à disposição para duelar com o antigo algoz.

“E aí as pessoas vão perguntar: ‘Mas você não vai torcer pro Cigano?’. Não, não vou. Para as pessoas que não sabem, a gente tem uma rixa, mas foi ele quem criou, eu não criei tanto. A gente lutou em 2007 ou 2008, mas ele começou a falar muita coisa a meu respeito na internet e eu não achei legal. Disse que eu era uma mentira que deu certo e eu já sei que eu tenho a minha história, tenho quase 20 anos no MMA. Já até falei que ele está forçando, tentando ser o Conor McGregor brasileiro. Se ele ganhar do (Stipe) Miocic, a gente vai lutar. Cedo ou tarde essa luta vai sair”, afirmou Werdum.

Fonte da Notícia: www.ufc.com.br

 

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *