FATAL! Lutador de MMA resiste a um Arm-Lock e nocauteia o rival com um bate-estaca.

Shamrock-FC-Shock

Dizem que o coração é o músculo mais importante para um lutador de MMA. No evento “Shamrock FC: Shock”, realizado em janeiro deste ano em Kansas City, nos EUA, o peso-galo americano Kevin Croom mostrou que a máxima é verdadeira. Após ser pego em uma chave de braço pelo seu rival, Jacob Akin, Croom resistiu quase além do limite de ver seu braço ser fraturado e, com muita raça, levantou-se, ergueu Akin e aplicou um “bate-estaca“, que é permitido pelas regras do MMA quando se está na iminência de ser finalizado, para se livrar do golpe. Akin bateu com a cabeça no solo e ficou semiconsciente, dando a oportunidade a Croom de nocauteá-lo e sair vitorioso de uma situação de derrota iminente.



Comentários facebook :

2 pensamentos sobre “FATAL! Lutador de MMA resiste a um Arm-Lock e nocauteia o rival com um bate-estaca.

  1. Por favor, me tirem uma dúvida: o lutador que deu a chave de braço poderia ter quebrado o braço do adversário para ganhar a luta?
    Em outras palavras, em casos similares, quebrar membros do adversário é permitido (e ninguém quebra por ser “sacanagem”)?
    Grata!

    • Na maioria das vezes quando se quebra um braço, perna ou pé, a culpa é mais do adversário que está recebendo a chave do que propriamente de quem está aplicando, quando um atleta recebe uma chave ele tem a opção de bater “dar os famosos 3 tapinhas” para desistir, o que ocorre muita das vezes é o Cara não bater e tentar sair da posição que está encaixada, e pode quebrar, e quem aplicou a chave não tem culpa, o Lutador pode desistir a qual quer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *