José Aldo pede para lutar contra Jeremy Stephens no Rio.

Depois de duas derrotas consecutivas para Max Holloway, atual campeão peso pena, José Aldo de uma ‘sumida’ do UFC. Mas o manauara está perto de entrar no card da edição de número 224, em 12 de maio, no Rio de Janeiro. Ele pediu para enfrentar Jeremy Stephens e se mostrou confiante em um acerto para o duelo, principalmente pelo fato de buscar a recuperação em casa.
José Aldo revelou, em entrevista ao programa Revista Combate, que tanto ele como Jeremy Stephens querem o duelo, que até já estaria acertado verbalmente. “Eu pedi para lutar contra ele e ele pediu para lutar comigo. Então será uma grande luta. Estou esperando que eles acertem isso”, declarou o ex-campeão, que disse ainda que a intenção do UFC era agendá-lo para um evento em abril.
Aldo, no entanto, pediu para lutar no Rio de Janeiro, onde ele perdeu o cinturão para Max Holloway, em junho do ano passado. Na ocasião, o manauara foi superado por nocaute técnico no terceiro round, frustrando os fãs na Arena da Barra. O brasileiro teve a revanche na tentativa de recuperar o título dos penas, mas voltou a ser batido pelo havaiano, dessa vez no UFC 218, em dezembro, novamente por TKO no terceiro round.
Aldo, de 31 anos, perdeu o posto de campeão e ainda o primeiro lugar no ranking peso pena, caindo para o segundo com a ascensão de Brian Ortega, que desbancou o até então futuro desafiante, Frankie Edgar. Um triunfo no retorno ao octógono será fundamental para o manauara voltar a ter oportunidade de disputar o cinturão, já que o revés, por outro lado, deixaria o brasileiro longe do title-shot.
Depois de ficar invicto por dez anos (entre 2005 e 2015) e defender o cinturão peso pena do UFC em sete oportunidades, o manauara viu o retrospecto cair nas quatro lutas anteriores. Ele vem de três derrotas – além das duas para Max Holloway foi nocauteado pelo desafeto Conor McGregor – e venceu uma, diante de Frankie Edgar por decisão unânimer.
Jeremy Stephens, também de 31 anos, vive fase distinta e vem de três vitórias consecutivas. O norte-americano bateu Gilbert Melendez, Doo Ho Choi e Josh Emmett, ocupando o quinto lugar no ranking peso pena do UFC. Em todos os triunfos anteriores ele ganhou o bônus de US$ 50 mil – duas pela ‘luta da noite’ e outra pela ‘performance da noite’.
Fonte da Notícia: www.superesportes.com.br

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *