Junior Cigano é nocauteado por Alistair Overeem em aguardada luta no UFC

Junior Cigano

O aguardado confronto entre Junior ‘Cigano’ dos Santos e Alistair Overeem terminou de forma frustrante para os fãs brasileiros de artes marciais mistas. Na luta coprincipal do UFC on Fox 17, na madrugada deste domingo (horário de Brasília), no Amway Center, em Orlando, o holandês demonstrou mais efetividade na trocação e derrotou o ex-campeão dos pesados por nocaute técnico, a 4min43seg do segundo round. Melhor durante o combate, ‘Reem’ aproveitou a guarda baixa do oponente e o mandou à lona com um poderoso cruzado de esquerda.

Esta foi a 40ª vitória na carreira de Alistair Overeem, que também acumula 14 reveses e um no contest. Após fase instável no UFC, intercalando sucessos e tropeços, o ‘Demolition Man’ se consolida como um dos grandes nomes dos pesados e se aproxima de title shot. Já Junior Cigano perde pela quarta vez em 21 combates no cartel e se distancia do sonho de recuperar o título. O catarinense vinha de triunfo sobre Stipe Miocic, há um ano, quando se recuperou da segunda derrota em trilogia pelo cinturão da categoria, contra Cain Velasquez.

Alistair Overeem

Adiado em duas oportunidades, o confronto entre Overeem e Cigano era bastante aguardado pelo público. O duelo ocorreria em maio de 2012, no UFC 146, na primeira defesa de cinturão do brasileiro. No entanto, o holandês foi retirado do evento após cair em exame antidoping, com nível de testosterona bem acima do permitido, e receber suspensão de nove meses. Frank Mir teve a missão de substituí-lo e acabou nocauteado no segundo round. Uma nova luta foi agendada para a edição 160, no ano seguinte, mas teve de ser cancelada por causa de lesão de ‘Reem’.

Após o nocaute, Overeem concedeu entrevista a Joe Rogan e fez questão de enaltecer o adversário. “Junior é muito perigoso. É preciso ser cauteloso, pois ele tem bombas nas mãos. Por isso, tive de ter a estratégia bem estudada. Ele é um cara muito perigoso, muito forte. Eu senti que ele estava reagindo na luta. Ele começou a me sacar, então tinha que acabar a luta”, analisou o nono colocado do ranking do peso pesado.

Fonte da Notícia: Super Esportes

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *