Luke Rockhold massacra Weidman e conquista cinturão dos médios do UFC

Chris Weidman

Na primeira disputa de cinturão do UFC 194, na madrugada deste domingo, em Las Vegas, o título mudou de mãos. Luke Rockhold desbancou Chris Weidman com um verdadeiro massacre no octógono. O californiano bateu muito, fez o então número um sangrar muito, e foi declarado vencedor por nocaute técnico aos 3min12 do quarto round.

Chris Weidman nem parecia o mesmo que ficou conhecido como algoz dos brasileiros. E logo na quarta defesa de cinturão, perdeu o título. O All American foi melhor no primeiro round, mas a situação começou a mudar de figura no segundo assalto. Rockhold descobriu uma arma para anular o jogo de quedas do então campeão: a guilhotina. Ele quase surpreendeu com uma finalização e isso intimidou o adversário.

No terceiro round, Rockhold aproveitou o erro do campeão, que tentou um chute rodado sem espaço para executar o movimento com perfeição. Weidman foi derrubado e o desafiante foi para a montada, agredindo muito no ground and pound. O All American foi alvo de várias cotoveladas e deixou o octógono sangrando em abundância. Muitos discutiram por que o árbitro Herb Dean não interrompeu a luta.

Luke RockholdNo quarto round, no entanto, não teve como evitar a vitória de Luke Rockhold. O desafiante foi para a queda e insistiu no ground and pound. Cansado e sem suportar mais os golpes no rosto, o campeão já não esboçava reação. Ficou encurralado sem conseguir se defender. E Herb Dean encerrou o combate, decretando nocaute técnico para o californiano.

“É indescritível. Conquistar esse título parece que não é de verdade. Eu estava um pouco cansado e ele não deveria ter feito aquilo. Tomei o controle no chão e sentia confiança no meu jogo. Tudo acontece por uma razão, um motivo. Estou muito confiante. Tudo que vou fazer agora é levar o cinturão para casa. Sou o novo campeão”, disse o novo campeão Rockhold, sem esconder a emoção.

Weidman, que perdeu a primeira luta na carreira e pagou com a perda do cinturão, destacou a atuação do adversário e prometeu voltar com força. “Foi a noite dele. Tenho uma grande família e fãs que me apoiam. Estou bem e vou voltar. Tentei um chute rodado e ele me colocou para baixo. Não foi o movimento mais inteligente. Tenho que trabalhar muito duro para voltar”, declarou.

Fonte da Notícia: Super Esportes

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *