O que se Espera de Um Faixa Branca de Jiu-Jitsu?

faixa branca de jiu-jitsu

O que você espera de si mesmo ao começar a treinar? Neste post iremos abordar o que se espera de um faixa branca, e o que fazer para ser um eterno apaixonado pela arte suave.

O primeiro passo, e talvez seja o mais importante pois sem o começo não haverá meio e fim, é onde você descobre que o jiu-jitsu não é aquele agarra agarra que imaginava, e que por trás de músculos e suor existe um complexo jogo de alavancas, desequilíbrios, imobilizações e finalizações. Seu objetivo é criar um quadro de referência para o seu aprendizado futuro, por isso tenha alguém para se espelhar, que seja sua referência, aquele camarada na academia que é muito duro etc…

Você precisa aprender o que não conhece. Aproveite aqui para arriscar, errar, acertar e errar de novo. Pense na arte suave como um quebra-cabeças que está tentando juntar as peças. A faixa branca de jiu-jitsu é onde você cria o “esboço” da imagem, antes de pintar o quadro. É como uma pedra bruta que está lapidando, e os primeiros acabamentos irão dizer a obra que se tornará no futuro.

 O que se espera de um faixa branca de jiu jitsu?

faixa branca jiu-jitsu

Aprender os nomes de cada uma das principais posições, rolamentos e adquirir uma familiaridade básica com cada um deles. Por exemplo, ser capaz de identificar a posição de guarda, montada, controle lateral

Aprenda a controlar seu ego, e aceite que será derrotado pelos alunos mais avançados. Poxa vida, até os faixas pretas perdem uns para os outros! Se você é grande e naturalmente atlético talvez fique um pouco mais chateado ao perder, mas esta fase será muito importante. Lembre-se de ter humildade. Um faixa preta é um faixa branca de jiu-jitsu que não desistiu.

Acostumar a “sentir” as posições no Jiu-Jitsu. Preste atenção em como seu corpo se move e na maneira como um adversário reage a você quando usa determinada movimentação.

Escolher uma técnica de cada vez e tentar dominá-la antes de passar para outra.

Não tentar corrigir ninguém, foque sua atenção exclusivamente ao seu aprendizado e aprenda com os seus erros, assim como os dos outros.

Respeito, honra, disciplina, paciência são atributos de campeão aprenda a usar.
Dicas

Aprender a relaxar é uma habilidade absolutamente essencial e deve ser aprendida enquanto ainda estiver na faixa branca. A única maneira que você tem para aprender a relaxar será controlando seu ego. Isto é muito importante.

Foque toda sua energia nesta nova experiência e não se preocupe em ganhar ou perder.

Confie e seja confiável! NUNCA segure uma posição depois de dar três tapas. Se não souber se o seu parceiro de treino bateu, largue imediatamente – a segurança é o mais importante. Quando briga para ser um parceiro mais confiável para os seus mestres e companheiros, você cria um ambiente mais seguro e prazeroso de aprendizado. Se você não se diverte, não vale a pena. Jiu Jitsu é para a vida toda.

Concentre-se no básico. Não tente aprender tudo duma vez. Principiantes precisam focar nos primeiros passos.

Jiu-Jitsu é detalhe. É comum um faixa branca de jiu-jitsu observar uma posição, mas esquecer um detalhe ou outro quando a repete. Logicamente, a técnica não vai funcionar do jeito que deveria, e talvez o aluno desista de fazê-la. Repita os detalhes de cada posição até que você sinta confiança e prazer em aplicá-la nos treinos. (CLIQUE AQUI e veja 5 posições que todo faixa Branca deve dominar)

Comece a competir, não tenha medo. Torneios podem funcionar como um ingrediente explosivo para te fazer treinar mais empolgado. Quem perde treina mais para ganhar, e quem ganha treina mais ainda para não perder o trono.

Tenha bons hábitos. O seu corpo é o templo do seu espírito. É o primeiro veículo que você usa para ir e vir. Assim como temos de cuidar de um carro em mau estado, nosso corpo precisa de cuidados para funcionar direito. Então durma e coma bem, pois somos o que comemos, o que bebemos, e como dormimos.

Aprenda também outras dicas no manual do faixa branca 10 lições:

pegadinha-faixa-branca

O professor da Gracie Barra Carlos Liberi ensina 10 lições muito importantes na qual gostaríamos de compartilhar com vocês.

Paciência: A pressa é inimiga da perfeição, diz um velho adágio. Não queira aprender muitas técnicas de uma só vez, mais vale uma posição bem dominada do que mil pela metade.

A cor da faixa: As graduações virão por mérito no tempo certo, não é o lutador que pede a faixa, é a faixa que pede o lutador.

Humildade: Essa qualidade faz com que não só o faixa-branca, mas todos os praticantes de Jiu-Jitsu tirem o melhor proveito de todas as situações do aprendizado. Venha a lição de onde vier, seja de um faixa-preta ou mesmo de outro faixa-branca.

Mente vazia: Quando alguém vier lhe mostrar uma técnica, mesmo que você já a conheça, preste atenção para pegar detalhes novos que lhe haviam escapado.

Aprender: O Jiu-Jitsu é muito vasto para que alguém possa conhecê-lo por completo, portanto aprenda a aprender. Temos dois olhos para ver, dois ouvidos para escutar e uma boca para falar. Veja mais, ouça mais e fale menos, é assim que se aprende.

Perseverança: Quando se propuser a fazer alguma coisa, faça. Muitas vezes as situações da vida irão dificultar o seu treinamento. É nessas horas que você irá mostrar a sua fibra de lutador, pois as dificuldades nada mais são que degraus de aprendizado.

Estagnação: Quando você achar que está estagnado no aprendizado ou na sua performance no Jiu-Jitsu, será porque o seu corpo e sua mente estão guardando energias para melhorar ainda mais e levar você mais longe.

Disciplina: Cumpra com as regras do seu dojô. Disciplina gera Ordem e Ordem gera Progresso.

Corpo: Tenha bons hábitos. O seu corpo é o templo do seu espírito, é o primeiro veículo que você usa para ir e vir. Da mesma forma que temos de cuidar bem de um automóvel para que esteja em boas condições de uso, o nosso corpo deve ser bem cuidado também para que possamos treinar direito. Portanto, durma bem e se alimente bem, pois nós somos o que nós comemos, bebemos e, por incrível que possa parecer, o que dormimos.

10ª Lealdade: Acima de tudo, seja leal. Ser leal é ser verdadeiro, que seu sim seja sim e o seu não seja não. Seja leal, com sua equipe, com seu dojô, com o seu professor, com seus colegas de treino, com seus adversários nos campeonatos e com você mesmo. A forma como tratamos os outros será a forma com que seremos tratados pela vida.

Fonte do Artigo: Aprenda Jiu-Jitsu

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *