Roger Gracie se aposenta do MMA: “Não me motiva mais”

Um dos principais atletas da história do jiu-jítsu, aposentado da “arte suave” desde julho, após vencer o “acerto de contas” contra Marcus Buchecha, no evento Gracie Pro, no Rio de Janeiro, Roger Gracie decidiu se retirar também do MMA. Com uma luta no UFC (derrota para Tim Kennedy por decisão unânime, em 2013), o lutador encerra sua carreira como atual campeão meio-pesado do One Championship e um cartel de oito vitórias e dois reveses.

– Decidi parar porque acho que o MMA não estava me motivando mais o suficiente para continuar me dedicando 100% como atleta. Aproveitei, foi um grande prazer fazer essas 10 lutas, mas não tenho mais ambições. Não há muito mais coisas para conquistar que fariam mudar a minha carreira. Parei em alto nível. Tenho mais a perder do que a ganhar, se continuar lutando MMA. Se eu tivesse a mesma paixão que tenho pelo jiu-jítsu, continuaria, mas só estava lutando pelo dinheiro – afirmou Roger Gracie ao site “MMA Fighting”.

Aos 36 anos, Roger Gracie ostenta 10 títulos de campeão mundial de jiu-jítsu, além de ter vencido o ADCC três vezes. Decidido a focar no crescimento de sua própria equipe de jiu-jítsu, o lutador afirma encerrar seu ciclo no MMA de cabeça erguida e lembra que sempre foi seu sonho competir nas artes marciais mistas, seguindo o caminho de grandes nomes de sua família. (Fonte da Notícia: www.combate.com)

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *