Toquinho diz que aceitaria voltar ao UFC só para enfrentar McGregor: ‘Eu o mataria’

Rousimar-Toquinho

Protagonista de várias polêmicas durante a carreira por condutas antidesportivas, Rousimar ‘Toquinho’ Palhares revelou que aceitaria voltar ao UFC para enfrentar Conor McGregor. Especialista em jiu-jítsu, o lutador mineiro questionou a presença do irlandês no peso meio-médio – para a revanche contra Nate Diaz, no UFC 200, em julho – e garantiu que não teria dificuldade em vencer o duelo com o seu principal golpe: a temida chave de tornozelo.

Eu consideraria voltar ao UFC apenas para enfrentar McGregor. Eu o mataria. Ele é bem pequeno e fraco no jiu-jitsu para me vencer. Seria um privilégio enfrentar ele, mas eu o dominaria com meu jogo de chão e o finalizaria facilmente. Quando imagino, vejo ele perdendo com uma chave de tornozelo. Ele é muito pequeno para ganhar de mim e não deveria estar na minha divisão”, disparou Toquinho, em entrevista ao portal inglês Sportsmail.

Rousimar Toquinho foi demitido do UFC em 2013, acusado de deslealdade em duelo contra Mike Pierce. Na ocasião, ele finalizou o norte-americano com a chave de tornozelo, sua especialidade, mas segurou em demasia o golpe, mesmo com a interferência do árbitro e da desistência do adversário. No Ultimate, três anos antes, o atleta da Team Nogueira já havia se envolvido na mesma polêmica, ao bater Tomasz Drwal e demorar a soltar a finalização. O histórico dele na organização ainda tem outra mancha: por doping – foi flagrado após a derrota contra Hector Lombard, por nocaute, em 2013.

Fora do UFC, Toquinho assinou com o World Series of Fighting e deu a volta por cima na carreira. Ele conquistou o cinturão dos meio-médios da organização, mas voltou a ter conduta antidesportiva. Na segunda defesa de título, no ano passado, ele finalizou Jake Shields, mas, novamente, demorou a soltar a golpe, desta vez, uma kimura. Como punições, o mineiro foi demitido do WSOF e acabou suspenso por dois anos nos Estados Unidos. Recentemente, ele acertou com a liga italiana Venator FC e já tem estreia marcada: contra o norueguês Emil Meek, em 21 de maio, em Milão, na edição de número 3 do evento.

Fonte da Notíicia: www.superesportes.com.br

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *