Werdum parte para trocação franca, leva um único golpe e perde cinturão dos pesados.

werdum

E o Brasil agora só tem um título do UFC. Na luta que fechou a edição 198 do UFC, na Arena da Baixada – que esteve lotada –, em Curitiba, o gaúcho Fabrício Werdum emocionou a todos ao entrar ao som do ‘tema da vitória’, música que marcou a carreira de Ayrton Senna, mas não durou muito tempo no octógono. Logo em sua primeira defesa de cinturão, o Werdum foi para cima de Stipe Miocic, mas levou um único golpe, de encontro, e caiu desacordado, já sem o título dos pesados.

Os dois lutadores foram para a trocação logo no começo. Algumas trocas de chutes e logo depois o brasileiro foi para cima desesperado do rival. Afobado, Werdum tentava um golpe para nocautear Miocic e acabou correndo para frente. Já o norte-americano andou para trás e aproveitou um descuido do gaúcho para dar um único golpe no queixo do rival e conquistar o cinturão.

fabricio-werdum

“Cleveland, conseguimos um campeão, baby”, disse Miocic logo após a conquista, levando um título para a cidade, que não tem um título nas grandes ligas profissionais americanas desde 1964. Ele já havia avisado que seria campeão antes do Cleveland Cavaliers, time do astro LeBron James na NBA.

“Quero agradecer aos fãs, sei que estavam contra mim, mas vocês são incríveis e fazem a festa acontecer. Ele é muito duro. Tive de adivinhar o que ele estava fazendo, ele fez muita coisa, foi uma luta dura. Ele foi mais rápido do que eu esperava, não queria ir para o chão com ele. Não jogo muitos golpes, mas quando jogo, tenho potência”, comemorou o norte-americano.

Werdum elogiou a atuação do rival e disse que vai voltar a conquistar o cinturão dos pesados do UFC. “Tenho que admitir, hoje o Stipe Miocic foi melhor do que eu, mas isso foi um detalhe, vou voltar aqui e vou conquistar o título de novo”, disse um abatido ex-campeão.

CARD PRINCIPAL
Stipe Miocic venceu Fabricio Werdum por nocaute aos 2m47s do R1
Ronaldo Jacaré venceu Vitor Belfort por nocaute técnico aos 4m38s do R1
Cris Cyborg venceu Leslie Smith por nocaute a 1m21s do R1
Mauricio Shogun venceu Corey Anderson por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Bryan Barberena venceu Warlley Alves por decisão unânime (triplo 29-28)
CARD PRELIMINAR
Demian Maia venceu Matt Brown por finalização aos 4m31s do R3
Thiago Marreta venceu Nate Marquardt por nocaute aos 3m39s do R1
Francisco Massaranduba venceu Yancy Medeiros por decisão unânime (29-26, 30-27 e 30-26)
John Lineker venceu Rob Font por decisão unânime (30-27, 29-28 e 30-26)
Rogério Minotouro venceu Patrick Cummins por nocaute técnico aos 4m52s do R1
Serginho Moraes e Luan Chagas empataram (29-28, 28-29 e 28-28)
Renato Moicano venceu Zubaira Tukhugov por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Fonte da Notícia: www.superesportes.com.br

Comentários facebook :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *