Daniel Cormier comenta que Somente um peso-pesado poderia vencer Jon Jones no octógono do UFC.

Ex-campeão dos pesos-meio-pesados e dos pesos-pesados do UFC, Daniel Cormier sabe da dificuldade de se aventurar em uma divisão de peso que não é a sua de origem. Em entrevista ao site “BT Sport”, Cormier disse não ver outra alternativa para Jon Jones a não ser subir para o peso-pesado. Atual campeão dos pesos-meio-pesados do UFC, Jones ainda não foi superado no octógono – a única derrota no seu cartel veio de uma desclassificação por cotoveladas ilegais diante de Matt Hammil em 2009, no TUF 10 Finale. Seu cartel de 25 vitórias, uma derrota e uma luta sem resultado mostra o tamanho de sua superioridade na divisão, que, na opinião de Cormier, é um fator de motivação para uma eventual mudança.

– Acho que Jones vai ter que subir de categoria, para sair um pouco da sua zona de conforto. É assustador para ele e para muita gente mudar de divisão. Existe essa aura de invencibilidade que cerca Jon Jones. Imagino que tentar a sorte nos pesos-pesados seja amedrontador para ele. Não sei se ele realmente quer fazer isso, mas acho que não terá como evitar em algum momento.

Perguntado se Israel Adesanya seria o adversário certo para derrotar Jones no UFC, Cormier disse acreditar que apenas um peso-pesado seja capaz de derrotá-lo, e mesmo assim, se tiver preparo físico para enfrentá-lo por 25 minutos de luta. O veterano, no entanto, vê o nigeriano como uma ameaça caso Jones tente trocar golpes ao invés de priorizar as quedas caso eles se enfrentem.

Israel Adesanya

Israel Adesanya

– Não se se ele venceria Jon Jones. De verdade. Todos sabe o que sinto sobre esse cara, mas ele é muito bom. Acho que somente um peso-pesado o venceria. Somente um desses monstros poderia apagá-lo. Mas também não sei se algum deles conseguiria lutar contra Jones por 25 minutos. Ele tem muitas armas. Olhem para mim. Me considero um dos maiores lutadores de todos os tempos, e ele me venceu duas vezes – no UFC 184 e no UFC 214. Isso diz muito sobre ele como competidor. Israel pode enfrentá-lo? Sim, especialmente se Jon fizer a estratégia errada na aproximação. Quem lutar contra Adesanya tem que ter em mente que vai precisar usar muito as quedas. Se tentar trocar golpes contra ele, estará correndo um sério risco.

O próximo compromisso de Jon Jones acontece no UFC 247, dia 8 de fevereiro, quando fará a luta principal do evento contra o compatriota Dominick Reyes, colocando em disputa o seu cinturão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *