Justin Gaethje busca cinturão contra Charles do Bronx no UFC 274 e avisa: “Vou afundar a cara dele”

Justin Gaethje terá que ter uma noite perfeita no Ultimate no próximo sábado. O americano vai disputar o cinturão peso-leve (até 70,3kg) contra o campeão Charles do Bronx na luta principal do UFC 274, em Phoenix. As provocações do americano despertaram a ira do campeão e o desafiante recebeu críticas por menosprezar o brasileiro ao chamá-lo de “desistente”. Gaethje admite que Do Bronx tem coração e força e evoluiu bastante, mas quer fazê-lo voltar a “desistir” como alega ter ocorrido anos atrás.

– Eu não estava dizendo que ele é um campeão fraco. Estava só dizendo que nas vezes que ele perdeu, foi por desistência. Ele nem foi nocauteado. Desistir é uma escolha que se faz e eu acredito que no fundo ele olha como uma saída. Desistir sempre que for atingido com muita força. Essas avaliações eram de um Charles mais novo, agora ele é um homem e com confiança. É um cara perigoso e diferente do que citei. Mas se aconteceu uma vez, vai acontecer novamente e sou o cara perfeito para isso. Tenho que ficar longe do grappling e vou afundar a cara dele. Vai ser glorioso – afirmou, em entrevista à “ESPN americana“.

Esta é a segunda vez que Gaethje tenta conquistar o cinturão definitivo da categoria. O lutador venceu o título interino contra Tony Ferguson em 2020, mas perdeu na luta para unificar o cinturão contra Khabib Nurmagomedov ao ser finalizado. Ele pretende ter um desempenho impecável para garantir a vitória e não arriscar a sorte para ter uma terceira chance.

– Vou ser perfeito por 25 minutos. Se ele pode me vencer, parabéns para ele, mas vai ter que passar pelo inferno, como Khabib fez. Mas ele nem é tão poderoso e não tem a mesma estrutura com quedas explosivas. Ele vai ter que me vencer em algum erro. Fora isso, ele vai ter que rezar muito para conseguir levar a luta para o chão. Porque se não levar, vai ser igual ao Michael Chandler, tirando os cinco rounds. E se eu fizesse cinco rounds com o Chandler, ele teria morrido. Fico feliz por não termos feito – completou o americano de 33 anos.

Desde 2017 no UFC, Justin Gaethje tem um cartel com 23 vitórias e apenas três derrotas. Número 1 entre os desafiantes no peso-leve, ele fez apenas uma luta em 2021 – quando venceu Michael Chandler – e ainda não lutou neste ano. Enquanto isso, Charles do Bronx, 32 anos, dono de um cartel com 32 vitórias e oito derrotas, vem de vitória por finalização contra Dustin Poirier em dezembro de 2021, em sua primeira defesa de título.

UFC 274
7 de maio de 2022, em Phoenix (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-leve: Charles do Bronx x Justin Gaethje
Peso-palha: Rose Namajunas x Carla Esparza
Peso-leve: Michael Chandler x Tony Ferguson
Peso meio-pesado: Maurício Shogun x Ovince St. Preux
Peso-leve: Donald Cerrone x Joe Lauzon

CARD PRELIMINAR (19h, horário de Brasília):
Peso-médio: André Fialho x Cameron VanCamp
Peso meio-médio: Randy Brown x Khaos Williams
Peso-pena: Macy Chiasson x Norma Dumont
Peso-mosca: Brandon Royval x Matt Schnell
Peso-pesado: Blagoy Ivanov x Marcos Pezão
Peso meio-médio: Francisco Massaranduba x Danny Roberts
Peso-mosca: Tracy Cortez x Melissa Gatto
Peso-mosca: Kleydson Rodrigues x CJ Vergara
Peso-palha: Ariane Sorriso x Lupita Godinez
Peso-galo: Journey Newson x Fernie Garcia

Fonte da Notícia: www.combate.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *